Para uma reação reversível do tipo

$$\text{a A + b B}\rightleftarrows \text{c C + d D}$$

a constante de equilíbrio (em termos de concentrações), \(K_{c}\), é calculada pela expressão

$${K}_{c}=\frac{[C]^{c}_{e}[D]^{d}_{e}}{[A]^{a}_{e}[B]^{b}_{e}}$$

em que:
\(\text{[A]}_{e}\) e \(\text{[B]}_{e}\) - são as concentrações dos reagentes, no equilíbrio
\(\text{[C]}_{e}\) e \(\text{[D]}_{e}\) - são as concentrações dos produtos, no equilíbrio
\(\text{a}\) e \(\text{b}\) - são os coeficientes estequiométricos dos reagentes
\(\text{c}\) e \(\text{d}\) - são os coeficientes estequiométricos dos produtos

A constante de equilíbrio \(K_{c}\):

Depende da temperatura;

É calculada com as concentrações de equilíbrio de cada um dos constituintes presentes.

Extensão da reação

A extensão da reação é uma avaliação da relação entre as quantidade de reagentes e produtos no equilíbrio.

Uma reação muito extensa, com um valor de \(K_{c}\) elevado (ordem de grandeza >>1), indica que há preponderância de produtos nesse equilíbrio, estando o equilíbrio deslocado no sentido direto, da formação dos produtos.

Uma reação pouco extensa, com um valor de \(K_{c}\) baixo (ordem de grandeza << 1), indica que há preponderância de reagentes nesse equilíbrio, estando o equilíbrio deslocado no sentido inverso, da formação dos reagentes.

Relação entre constantes do mesmo equilíbrio

Se para o equilíbrio 1

$$\text{a A + b B}\rightleftarrows \text{c C + d D}$$

a constante de equilíbrio se calcula através da expressão

$$K_{1}=\frac{[C]^{c}_{e}[D]^{d}_{e}}{[A]^{a}_{e}[B]^{b}_{e}}$$

e se o mesmo equilíbrio for escrito de forma inversa, equilíbrio 2

$$\text{c C + d D}\rightleftarrows \text{a A + b B}$$

em que, neste caso, a constante de equilíbrio se calcula através da expressão

$$K_{2}=\frac{[A]^{a}_{e}[B]^{b}_{e}}{[C]^{c}_{e}[D]^{d}_{e}}$$

então a relação matemática entre as constantes de equilíbrio dos dois equilíbrios é:

$$K_{1}=\frac{1}{K_{2}}$$

Esta relação matemática mostra que quanto maior for o valor de \(K_{1}\) menor será o valor do \(K_{2}\) respetivo, ou seja, se a reação no sentido direto for muito extensa a reação no sentido inverso será pouco extensa (e vice-versa).