A regra do octeto aplica-se a ligações covalentes.

Cada átomo de uma molécula partilha eletrões de modo a que fique rodeado por oito eletrões de valência.

No caso do átomo de hidrogénio, este fica rodeado por apenas dois eletrões de valência.

Esta regra aplica-se com facilidade, e utilidade, a átomos representativos do 2º período da Tabela Periódica, mas para além destes elementos apresenta muitas exceções.

Com esta configuração de valência os átomos ficam com uma configuração eletrónica semelhante a um elemento do grupo 18 (gases nobres).

Alguns dos eletrões de valência são eletrões ligantes e outros poderão ser não ligantes.

Exemplos de moléculas que não obedecem à regra do octeto: \(\text{BeH}_{2}\); \(\text{BH}_{3}\); \(\text{BF}_{3}\); \(\text{NO}\); \(\text{PF}_{5}\); \(\text{SF}_{6}\).

 

Bibliografia:
D. Reger, S. Goode, E. Mercer, “Química: Princípios e Aplicações”, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, 2010.