Esta radiação é constituída por eletrões (radiação \(\beta^{-}\)) ou positrões (radiação \(\beta^{+}\)) de alta energia emitidos por núcleos (decaimento beta).

Esta radiação tem um elevado poder de penetração.

Foi descoberta por Rutherford.

Decaimento \(\beta\) (beta)

Nos decaimentos \(\beta\) há libertação de um eletrão (\(\text{e}^{-}\)) e um antineutrino (\(\nu^{-}\)), ou de um positrão (\(\text{e}^{+}\)) e um neutrino (\(\nu\)).

A interação fraca é a responsável pelos decaimentos \(\beta\).

Há aumento do número atómico (Z).

Decaimento \(\beta^{-}\)

$$\text{n}\rightarrow\text{p}+\text{e}^{-}+\nu^{-}$$

Decaimento \(\beta^{+}\)

$$\text{p}\rightarrow\text{n}+\text{e}^{+}+\nu$$

Comparação \(\alpha\), \(\beta\) e \(\gamma\)

 

Bibliografia:
R. Mackintosh, J. Al-Khalili, B. Jonson, T. Peña, "Núcleo - Uma viagem ao coração da matéria", Porto Editora, Porto, 2003.