Esta lei mostra a proporcionalidade entre a resultante das forças aplicadas num corpo e a aceleração nele produzida.

2ª Lei de Newton

A aceleração, \(\vec{a}\), adquirida por um corpo de massa \(m\), é diretamente proporcional à resultante das forças que sobre esse corpo atuam:

$$\vec{F}_{R}=m \; \vec{a}$$

em que:
\(\vec{F}_{R}\) - resultante das forças aplicadas no corpo (N)
\(m\) - massa do corpo (kg)
\(\vec{a}\) - aceleração do corpo (m s-2)

A massa e a aceleração variam de forma inversamente proporcional: se forem aplicadas duas forças de igual intensidade em dois corpos diferentes, o que tiver menor massa irá sofre uma maior aceleração (Figura 1).

 

Figura 1 - Para a mesma força aplicada, F, quanto menor for a massa do corpo, m, sujeito a essa força, maior será a aceleração, a, a que este será sujeito (Image: TeachEngineering, adaptada).
Figura 1 - Para a mesma força aplicada, F, quanto menor for a massa do corpo, m, sujeito a essa força, maior será a aceleração, a, a que este será sujeito (Image: TeachEngineering, adaptada).

 

Newton