Lei de Proust

A Lei de Proust é também conhecida por Lei das Proporções Definidas.

Este lei, enunciada por Proust, afirma que:

As proporções com que os reagentes se consomem e os produtos se formam são constantes.

Na síntese do amoníaco

$$\text{3 H}_{2}\text{ (g) + N}_{2}\text{ (g) }\rightarrow\text{2 NH}_{3}\text{ (g)}$$

é necessário, no mínimo, que duas moléculas de hidrogénio, \(\text{H}_{2}\), reajam com uma molécula de azoto, \(\text{N}_{2}\), para formar duas moléculas de amoníaco, \(\text{NH}_{3}\), mas o mesmo pode ocorrer em múltiplos destes números, por exemplo multiplicando todos os fatores por cinco: dez moléculas de hidrogénio, \(\text{H}_{2}\), reajam com cinco moléculas de azoto, \(\text{N}_{2}\), formando dez moléculas de amoníaco, \(\text{NH}_{3}\).

Coeficientes estequiométricos

Estes valores que representam as proporções mínimas, em quantidade química (\(n\)), para reagentes e produtos de uma determinada reação são os coeficientes estequiométricos dessa reação.

No caso da reação

$$\text{3 H}_{2}\text{ (g) + N}_{2}\text{ (g) }\rightarrow\text{2 NH}_{3}\text{ (g)}$$

os coeficientes estequiométricos da reação são: 3, 1, 2.

Proust

Mole

 

TOP



hit
  counter
visitas | Estatísticas | Miguel Neta 2017