Reflexão da luz

A reflexão é o fenómeno em que uma onda atinge uma superfície e muda de direção e/ou sentido, mas continua no mesmo meio de propagação.

A superfície é uma mudança de meio de propagação (ar e vidro, no caso dos espelhos).

Leis da reflexão

1ª Lei - O raio incidente, o raio refletido e a normal ao espelho, no ponto de incidência, estão no mesmo plano.

2ª Lei - O ângulo de incidência é igual ao ângulo de reflexão.

Figura 1 - Leis da reflexão [© Trinity Stuart, adaptada].
Figura 1 - Leis da reflexão [© Trinity Stuart, adaptada].

em que:

\(\text{r}_{i}\) - raio incidente

\(\text{r}_{r}\) - raio refletido

\(\text{O}\) - ponto de incidência

\(\text{N}\) - normal à superfície refletora no ponto de incidência

\(\theta_{i}\) - ângulo de incidência

\(\theta_{r}\) - ângulo de reflexão

Reflexão e difusão

A reflexão pode acontecer de forma especular ou difusa.

Na reflexão especular (Figura 2) os raios incidentes atingem a superfície refletora em direções paralelas e, devido à regularidade dessa superfície refletora, o mesmo acontece com os raios refletidos.

Figura 2 - Reflexão especular. [© University of Walkato, adaptada]
Figura 2 - Reflexão especular [© University of Walkato, adaptada].

Com uma superfície refletora deste tipo é possível ter uma boa imagem refletida.

Na reflexão difusa (Figura 3) a superfície refletora é irregular (não plana) provocando a reflexão dos raios luminosos em direções variadas. Os raios incidem todos com a mesma direção (parelos uns aos outros) mas são refletidos em direções diferentes.

Figura 3 - Reflexão difusa [© University of Walkato, adaptada].
Figura 3 - Reflexão difusa [© University of Walkato, adaptada].

Quanto maior for a irregularidade da superfície refletora pior é a qualidade da imagem refletida, até ao limite de não de formar qualquer imagem nítida.

Na Figura 4 é possível ver esferas com diferentes superfícies. A esfera mais à esquerda é a que tem uma superfície que reflete de forma difusa e a esfera da direita representa uma superfície que provoca uma reflexão especular.

Figura 4 - Reflexão difusa e especular [© blog.hvidtfeldts.net, adaptada].
Figura 4 - Reflexão difusa e especular [© blog.hvidtfeldts.net, adaptada].
TOP



hit
  counter
visitas | Estatísticas | Miguel Neta 2017