Infravermelho (IV)

As ondas no infravermelho dividem-se, normalmente, em infravermelhos curtos, médios e largos.

Este tipo de radiação foi descoberto por Herschel no ano de 1800. Na medição da temperatura das diversas cores obtidas pela separação da luz solar, verificou que para além do vermelho, e apesar de não se ver nenhuma cor, havia um aumento de temperatura do termómetro, o que comprovava que algum tipo de radiação lá estaria a chegar.

São as radiações de maior efeito térmico.

Os telecomandos de televisão e outros aparelhos domésticos, são uma das principais utilidades dadas a este tipo de radiação, que são preferíveis a outras por não sofrerem interferências de outras radiações.

Podem ser usadas em cartografia, meteorologia (Figura 1) e termografia (diagnóstico médico).

Figura 1 - Fotografia de satélite do golfo do México, em infravermelho (IV), onde é possível identificar dois furacões [© NOAA].
Figura 1 - Fotografia de satélite do golfo do México, em infravermelho (IV), onde é possível identificar dois furacões [© NOAA].

Herschel

TOP



hit
  counter
visitas | Estatísticas | Miguel Neta 2017