O átomo

Os átomos são constituídos por três diferentes tipos de partículas: protões, neutrões e eletrões.

No núcleo (centro) do átomo estão os protões e os neutrões, enquanto os eletrões giram em seu redor.

Na Figura 1 está representada a nuvem eletrónica de um átomo. Esta nuvem representa a probabilidade de encontrar os eletrões num determinado local do espaço.

Figura 1 - Modelo atómico da nuvem eletrónica.
Figura 1 - Modelo atómico da nuvem eletrónica.

Os eletrões de um átomo ocupam determinados níveis de energia (o número de eletrões em cada nível de energia é expressa pela distribuição eletrónica).

As três partículas constituintes do átomo têm as seguintes propriedades:

Partículas constituintes do átomo

Partícula

Ano
Autor da descoberta

Carga elétrica

Massa

Eletrão

1897
Thomson

negativa (-)

9,109 x 10-31 kg
(1840 vezes inferior à do protão)

Protão

1914
Rutherford

positiva (+)

1,673 x 10-27 kg
(aproximadamente igual à do neutrão)

Neutrão

1932
Chadwick

neutra

1,675 x 10-27 kg
(aproximadamente igual à do protão)

 

Enquanto que o núcleo (protões e neutrões) é o responsável pela massa do átomo na sua quase totalidade, é a nuvem eletrónica (constituída pelos eletrões em movimento) a responsável pelo tamanho do átomo.

É o número de protões (número atómico) que diferencia um elemento químico (tipo de átomo) de outro. Um átomo que tenha 10 protões pertence a um elemento diferente de um átomo que tenha 11 protões.

Cada átomo tem um número igual de protões e de eletrões, o que o torna eletricamente neutro.

Quando um átomo ganha ou perde um ou mais eletrões, deixa de ter carga elétrica neutra e passa a ser um ião. No caso de ganhar um ou mais eletrões passa a ser anião (ião negativo). Se o átomo perder um ou mais eletrões passa a ser um catião (ião positivo).

Thomson

Rutherford

Chadwick

TOP



hit
  counter
visitas | Estatísticas | Miguel Neta 2017