Neptuno

Este planeta é uma enorme bola de líquido e gás, com um núcleo rochoso. O seu diâmetro é 4 vezes superior ao da Terra.

Figura 1 - Planeta Neptuno.
Figura 1 - Planeta Neptuno.

Foi descoberto em 1846. Antes de ser observado, em 1846, a sua existência já tinha sido prevista pelos cientistas. Recebe 1000 vezes menos luz do Sol do que a Terra.

Tem tempestades muito violentas, com ventos que podem ultrapassar os 2 000 km/h. A sua atmosfera é constituída por 79% de hidrogénio (\(\text{H}_{2}\)), 19% de hélio (\(\text{He}\)) e 2% de metano (\(\text{CH}_{4}\)), que confere a cor azul à atmosfera.

As estações duram cerca de 40 anos cada.

Características

Raio equatorial: 24 300 km

Massa: 103 x 1024 kg

Densidade relativa: 1,64

Aceleração da gravidade: 1,19 g

Distância média ao Sol: 4 496,6 x 106 km / 30,057 U.A.

Período de translação: 164,79 ano* / 60 148,4 dias*

Período de rotação: 15,8 horas* / 0,658 dias*

Temperatura média: -200 ºC

Temperatura mínima:

Número de satélites naturais: 11

Velocidade orbital média: 5,44 km/s

* Anos, dias e horas terrestres

Satélites naturais de Neptuno

Neptuno tem onze satélites naturais, mas apenas dois deles são bem visíveis da Terra: Tritão e Nereide.

Tritão é o maior, com um diâmetro de 2700 km, é o local mais frio do Sistema Solar: -235 ºC. Foi descoberta em 10 de Outubro de 1846, por William Lassell. Tem uma atmosfera muito ténue. O sentido da sua translação em torno de Neptuno é contrário ao do sentido de rotação de Neptuno, fenómeno único no Sistema Solar.

Anéis de Neptuno

Os anéis de Neptuno apenas foram detetados em 1983. São bastantes fracos e irregulares. Nomes dos anéis: Adams, Leverrier, Galle, Lassell e Arago.

TOP



hit
  counter
visitas | Estatísticas | Miguel Neta 2017