Marte

É o quarto planeta mais próximo do Sol, tem metade do tamanho da Terra, e duas luas (Phobos e Deimos).

Figura 1 - Planeta Marte [© NOAA].
Figura 1 - Planeta Marte [© NOAA].

É facilmente observado, parecendo uma brilhante 'estrela' vermelha (esta cor é devida ao óxido de ferro existente na sua superfície).

É possível observar na superfície de Marte aquilo que parecem ter sido linhas de costa e leitos de rios agora extintos. No passado, a atmosfera terá sido mais densa e, como consequência, a água sob a forma líquida terá formado mares, lagos e rios. Os gases da atmosfera devem ter escapado para o espaço, em resultado da baixa atração gravítica do planeta, pelo que atualmente tem uma atmosfera muito ténue, constituída quase totalmente por dióxido de carbono (\(\text{CO}_{2}\)), tendo também vestígios de azoto (\(\text{N}_{2}\)), oxigénio (\(\text{O}_{2}\)) e vapor de água (\(\text{H}_{2}\text{O}\)).

Os vulcões estão todos extintos, mas as suas marcas são visíveis.

É um planeta já bem estudado, fruto das diversas missões efetuadas. A primeira, a Mariner 4, foi lançada em 1964 e no dia 14 de Julho de 1965 passou a menos de 10 km de Marte, fotografando-o. Depois de mais algumas missões que tiveram como objetivo principal obter imagens da superfície marciana, em 20 de Julho de 1976, a Viking Lander 1 pousou em Marte, tornando-se a primeira missão a aterrar num planeta, para além da Lua (satélite natural da Terra).

Características

Raio equatorial: 3 397 km

Massa: 0,642 x 1024 kg

Densidade relativa: Aceleração da gravidade: 0,38 g

Distância média ao Sol: 228 x 106 km / 1,524 U.A.

Período de translação: 1,88 ano* / 687 dias*

Período de rotação: 24,6 horas* / 1,025 dias*

Temperatura máxima: 17 ºC

Temperatura média: -63 ºC

Temperatura mínima: -127 ºC

Número de satélites naturais: 2

Velocidade orbital média: 24,13 km/s

* Anos, dias e horas terrestres

Phobos e Deimos

Estes dois satélites naturais de Marte, pedaços irregulares de rocha, são de muito menores dimensões do que a nossa Lua.

Tem 2 biliões de anos e não há certeza acerca da maneira como foram formadas. Podem ter sido capturadas pela gravidade de Marte ou formadas a partir de detritos lançados do próprio planeta, após colisões de meteoritos.

Phobos é a maior, com um comprimento máximo de 24 km. Executa uma translação em redor de Marte em cada 7 horas, numa órbita 4 828 km acima da superfície marciana. Encontra-se coberta de crateras.

Deimos não passa dos 16 km de comprimento. Está mais longe de Marte e leva mais tempo a realizar uma órbita completa (30 horas). A sua superfície encontra-se coberta de poeiras.

Lançamento de um projétil até Marte [© University of Virginia] 

Be a Martian [© NASA] 

TOP



hit
  counter
visitas | Estatísticas | Miguel Neta 2017