Sistema Solar

O Sistema Solar é normalmente associado aos seguintes corpos: Sol (a única estrela) e os 8 planetas que orbitam em seu redor (Mercúrio, Vénus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Neptuno).

Figura 1 - Principais astros do Sistema Solar: o Sol e os oito planetas. A distância entre os planetas e o Sol não se encontra à escala.
Figura 1 - Principais astros do Sistema Solar: o Sol e os oito planetas. A distância entre os planetas e o Sol não se encontra à escala.

Constituição do Sistema Solar

O Sistema Solar não é apenas o conjunto da sua estrela, Sol, com mais oito planetas: é também constituído por planetas-anões (como Plutão), satélites naturais de alguns planetas, cometas, asteroides e poeiras.

Na Figura 2 estão identificados os seguintes astros: Mercúrio (a amarelo), Vénus (a azul), Terra (a verde), Marte (a vermelho), a Cintura de Asteroides (mancha a amarelo) e Júpiter (a laranja).

Figura 2 - Nesta figura encontram-se marcadas as órbitas dos planetas interiores, a cintura de asteroides e a órbita de Júpiter (a cor de laranja).
Figura 2 - Nesta figura encontram-se marcadas as órbitas dos planetas interiores, a cintura de asteroides e a órbita de Júpiter (a cor de laranja).

A Cintura de Asteroides faz a divisão entre os planetas interiores (Mercúrio, Vénus, Terra e Marte) e os planetas exteriores (Júpiter, Saturno, Urano e Neptuno).

Todos os planetas interiores são também planetas rochosos,  e todos os planetas exteriores são planetas gasosos.

Na Figura 3 estão representados os planetas Júpiter (a laranja), Saturno (a amarelo), Urano (a verde), Neptuno (a azul) e o planeta-anão Plutão (a roxo). No canto superior direito está indicada a localização  do cometa Sedna (a vermelho).

Figura 3 - As órbitas dos planetas exteriores e de Plutão (a cor roxa) estão em evidência. O quadrado cinzento, no centro, representa a Figura 2.
Figura 3 - As órbitas dos planetas exteriores e de Plutão (a cor roxa) estão em evidência. O quadrado cinzento, no centro, representa a Figura 2.

Nesta figura, como nas seguintes, o quadrado a cinzento representa a figura anterior (Figura 2).

Formação do Sistema Solar

O Sistema Solar foi formado a partir de uma enorme nuvem de poeiras e gases. A contração desta nuvem, que se terá iniciado há cerca de 4600 milhões de anos, terá originado mais tarde uma estrela - o Sol, tendo o restante material envolvente formado os restantes corpos que atualmente giram em torno do Sol.

A Origem do Sistema Solar [© Instituto Geofísica da Universidade de Coimbra]

Sedna

O cometa Sedna é um dos cometas do Sistema Solar. Na Figura 4 está representada a sua órbita e também a parte central do Sistema Solar (dentro do quadrado cinzento).

Figura 4 - A vermelho está representada a órbita do cometa Sedna. O quadrado cinzento representa a figura anterior, Figura 3.
Figura 4 - A vermelho está representada a órbita do cometa Sedna. O quadrado cinzento representa a figura anterior, Figura 3.

Nuvem de Oort

A Nuvem de Oort (mancha azul da Figura 5) marca o fim do Sistema Solar. Esta nuvem é um enorme conjunto de asteroides, constituídos principalmente por gelos. è desta parte mais exterior do Sistema Solar que são originários os cometas.

Na Figura 5, a órbita do cometa Sedna (já referida na Figura 4 e marcada a vermelho) encontra-se dentro do quadrado cinzento.

Figura 5 - Nuvem de Oort (a azul) e a órbita do Sedna.
Figura 5 - Nuvem de Oort (a azul) e a órbita do Sedna.

A dimensão total do Sistema Solar é de cerca de 200000 U.A. de diâmetro (Figura 6).

Figura 6 - Tamanho do Sistema Solar (Imagem retirada do site Portal do Astrónomo). No centro, a vermelho, está indicado o tamanho do Sistema Solar central: Sol e planetas.
Figura 6 - Tamanho do Sistema Solar (Imagem retirada do site Portal do Astrónomo). No centro, a vermelho, está indicado o tamanho do Sistema Solar central: Sol e planetas.

If the Moon Were Only 1 Pixel [Tem tradução para português] 

Inner Solar System Live [© Solar System Live] 

Solar System Live [© Solar System Live] 

Solar System Dynamics [© NASA/JPL] 

Solar System Scope

TOP



hit
  counter
visitas | Estatísticas | Miguel Neta 2017